AutorDaniel Neves

Home/Artigos Publicados por Daniel Neves

Chuva de granizo, o seguro de automóvel cobre?

O clima anda maluco de tudo: por dias fica aquele calorão insuportável, tempo seco, sem nenhuma gota d’água cair do céu. De repente, sem ninguém esperar o tempo fecha e cai aquela chuva de granizo. É impressionante como essas chuvas de granizo costumam ocorrer bem quando estamos dirigindo e não temos como proteger o veículo…. ou quando estacionamos na rua e não podemos nos arriscar a levar uma pedrada na cabeça para pegar o carro e levá-lo para o coberto. Depois do susto e dos danos, vem a pergunta: O que fazer? Será que o seguro cobre?

Pois é, esses danos estão mais próximos do que imaginamos. Ontem dia 20/10/2014 houve uma chuva de granizo em Governador Valadares MG e durante esse mês ainda vem acontecendo em várias outras cidades pequenas.

Separamos aqui algumas dicas para você sobre danos por chuva de granizo e como funciona nessas situações. Trataremos de danos a lataria e danos aos vidros, que são os mais comuns quando nessas situações.

O seguro cobre danos por chuva de granizo sim! … mas como funciona?

A cobertura contra danos decorrentes de granizo está dentro da cobertura básica (ou “cobertura compreensiva”) do seguro de carro. Dentre as garantias da cobertura básica estão, por exemplo: colisão, roubo, furto, incêndio, explosão, alagamento, entre outros, e também a chuva de granizo.
Dentro da cobertura básica, a cobertura de danos por chuva de granizo funciona igual a cobertura de colisão (só que nesse caso os danos são causados por pedras de gelo): o segurado (cliente) paga a franquia e o seguro cobre todos os prejuízos que ultrapassarem essa franquia. Não haverá cobrança de franquia somente nos casos de perda total.

Vamos ver um exemplo para casos de danos a lataria:

  • Suponha que você tem um seguro de carro com franquia de R$1.000.
  • Seu carro é pego por uma chuva de granizo, sofrendo diversos danos: amassa a lataria, danifica a pintura e racha o para-brisa. Você leva a uma oficina que coloca o orçamento do conserto em R$2.000.
  • Você pagará a franquia de R$1.000 e o seguro pagará a diferença de R$1.000 (a franquia não seria cobrada somente em caso de perda total, o que é raro de acontecer em casos de chuva de granizo).

Em casos de danos apenas aos vidros os procedimentos são: o segurado pode contratar uma cobertura opcional de vidros, que tem uma franquia específica e extremamente mais baixa que a franquia da cobertura básica do seguro. Se ele tiver essa cobertura, poderá acioná-la,pagando somente a franquia de vidros e o seguro cobrirá os danos aos vidros.

Além da vantagem de uma franquia baixa e específica na cobertura de vidros, também há a vantagem de o acionamento desta cobertura não implicar em redução de bônus na renovação do seguro. Já quando é acionada a cobertura básica do seguro para perda parcial, haverá redução de uma classe de bônus na renovação.

Vamos ver um exemplo para a cobertura de vidros em caso de chuva de granizo:

  • Suponha que você tem cobertura de vidros básico (para-brisa, vidros laterais e vidros traseiros), com franquia de R$90 reais somente para danos ao para-brisas.
  • Seu carro é pego por uma chuva de granizos que quebra o para-brisa e um dos vidros laterais.
  • Você não pagará nada para trocar o vidro lateral, sendo integralmente coberto pelo seguro. Para trocar o para-brisa você pagará a franquia de R$90 e o seguro o restante que ultrapassar este valor.

*Os valores e tipos de franquia são somente exemplos hipotéticos. Cada seguradora trabalha com um tipo de valor de franquia, por isso verifique em sua apólice os valores para seu caso.

Se você tiver dúvidas, escreva nos comentários, mande um e-mail, estamos aqui para auxilia-los.  Aproveite e peça também sua cotação de seguro: clique aqui!

Daniel Neves – Corretor de Seguros e Analista de Riscos
Roberto Seguros – Corretora de Seguros
Desde 1986 protegendo suas conquistas!
(33) 3321-1177
contato@robse2.dominiotemporario.com

continue lendo

SEGURO FLORESTA – Saiba mais sobre esse seguro e proteja seu investimento.

Sombra e água fresca para seu investimento!  Se o seu negócio está relacionado à plantação e manutenção de florestas, seja para reflorestamento ou exportação de madeira, por exemplo, é muito importante estar resguardado de eventuais riscos. O Seguro Floresta é a cobertura mais ampla disponível no mercado. Cobre danos causados à floresta por incêndio, raio, seca, granizo, geada, ventos fortes e frios, tromba-d’água, chuvas excessivas e variação de temperatura.

Este é o seguro ideal para as áreas de reflorestamento industrial,  plantações de eucalipto, ambientes de produção de celulose e de retirada de madeira, seja para exportação ou para qualquer outro tipo de comércio.

Além disso, protege o produtor de perdas financeiras na atividade florestal e assegura o bem dado em garantia de pagamento de dívidas (penhor rural ou transferência da propriedade do devedor para o credor) em financiamentos de bens de produção.

O ROBERTO SEGUROS – Floresta é o seguro que garante a sua tranquilidade e a proteção do seu investimento.

O clima adverso do Brasil pode colocar seu investimento em risco, já que as florestas ficam expostas às intempéries da natureza. Abaixo algumas coberturas e vantagens do ROBERTO SEGUROS – Floresta:

Coberturas Básicas

  • Incêndio
  • Raio

Coberturas Adicionais

  • Chuva excessiva
  • Ventos fortes
  • Granizo
  • Geada
  • Seca
  • Inundação

Vantagens

  • Atendimento personalizado para uma contratação rápida e segura
  • Condições especiais para grandes grupos florestais
  • Prêmio subvencionado desde que o produtor esteja adimplente com a União e sejam disponibilizadas verbas pelo Governo Federal e Estadual.
  • Pagamento parcelado

Entre em contato conosco e agende uma visita.

contato@robse2.dominiotemporario.com ou pode entrar no próprio formulário do site no contato e solicitar mais informações.

(33) 3321-1177

continue lendo

O que o seguro de automóvel não cobre! #dicarobertoseguros

Muito se conhece do que você está contratando na hora de fechar o seguro de automóvel, as coberturas principais já são de fácil entendimento e já caíram no gosto do consumidor, mas o seguro não é só feito de benefícios, há também os riscos não cobertos pelo seguro e geralmente provocam situações de conflito e contrariedades. No entanto, na maioria das vezes, o motivo de insatisfação é o desconhecimento das regras do seguro. O que você irá ler abaixo é aplicado em todos os seguros de automóveis qualquer que seja a corretora ou a seguradora, são regras normatizadas pela SUSEP (Superintendência de Seguros Privados), a ROBERTO SEGUROS vai informá-lo quanto a esses riscos. Vale a pena ler para ter conhecimento.

A recusa do pagamento da indenização pode decorrer de:

  • riscos excluídos ou prejuízos não indenizáveis – riscos e situações que não estão cobertos pelo seguro;
  • perda de direitos – situações nas quais o segurado perde o direito de ser indenizado; e
  • descumprimento das obrigações do segurado – deveres que o segurado não cumpre determinam a perda de direitos sobre o seguro.

Abaixo iremos detalhar melhor cada um dos motivos listados acima:

  1. Riscos excluídos
  • guerra, rebelião, insurreição ou revolução;
  • confisco, nacionalização, destruição, requisição ou apreensão efetivada por qualquer ato de autoridade civil ou militar; tumultos, motins, greves, “lock-out” e quaisquer outras perturbações de ordem pública;
  • trânsito por estradas ou caminhos impedidos, não abertos ao tráfego ou de areias fofas ou movediças;
  • radiações ionizantes, contaminação por radioatividade; participação do veículo segurado em competições, apostas e provas de velocidade;
  • inobservância das disposições legais, tais como excesso de lotação de passageiros, transporte de passageiros em locais não apropriados, reboque por veículo não apropriado;
  • desgastes, depreciação pelo uso, falhas de material, defeitos mecânicos ou da instalação elétrica; multas, fianças e despesas relativas a ações ou processos criminais; e
  • poluição ou contaminação ao meio ambiente.

Não estão cobertos, também, os danos a terceiros causados a:

  • ascendentes, descendentes, cônjuge e irmãos do segurado, bem como a quaisquer parentes e pessoas que com ele residam ou que dele dependam economicamente;
  • empregados ou prepostos do segurado, quando a seu serviço;
  • sócio-dirigente ou dirigentes de empresa do segurado; e
  • bens de terceiros em poder do segurado.
  1. Perda de direitos

A seguradora poderá recusar o pagamento do sinistro nas seguintes situações:

  • declarações inexatas ou omissas feitas pelo segurado, que possam ter influído na aceitação da proposta ou no preço do seguro. Se a inexatidão ou omissão nas declarações não resultarem de má-fé do segurado, a seguradora poderá indenizar o sinistro e cobrar a diferença de prêmio;
  • condução do veículo por pessoa sem habilitação legal; uso do automóvel para fim diferente do declarado na apólice;
  • sinistro causado por dolo (má intenção);
  • fraude ou tentativa de fraude por parte do segurado, com a intenção de obter benefícios ilícitos do seguro;
  • agravamento intencional do risco por iniciativa do segurado ou do condutor do veículo; acidentes ocorridos em consequência direta e indireta de quaisquer alterações mentais do condutor, devido ao uso de álcool, drogas, entorpecentes ou substâncias tóxicas; e
  • descumprimento, por parte do segurado, das obrigações contratuais do seguro e da apólice.
  1. Obrigações do segurado
  • Providenciar o mais rápido possível todas as medidas ao seu alcance para proteger o veículo que sofreu um acidente (sinistro) e evitar que os prejuízos aumentem.
  • Avisar imediatamente às autoridades policiais, no caso de roubo ou furto, total ou parcial, do veículo segurado.
  • Comunicar o sinistro rapidamente à seguradora, relatando com detalhes o que aconteceu. É importante informar dia, hora, local exato e circunstância do acidente, nome, endereço e carteira de habilitação de quem dirigia o veículo, nome e endereço de testemunhas, providências de ordem policial que tenham sido tomadas e tudo mais que possa contribuir para esclarecer o ocorrido.
  • Não iniciar a reparação de danos sem a vistoria da seguradora.
  • Avisar imediatamente à seguradora da ocorrência de fatos que possam ser caracterizados como risco de responsabilidade civil.
  • Informar à seguradora sobre qualquer reclamação, citação, intimação, carta ou documento que receber relacionado ao acidente.
  • Só finalizar acordo judicial ou extrajudicial com as vítimas, seus beneficiários e herdeiros depois que obtiver autorização, por escrito, da seguradora.
  • Manter o veículo em bom estado de conservação e segurança.
  • Comunicar à seguradora, imediatamente, qualquer fato ou alteração que tenha afetado o veículo durante a vigência da apólice, principalmente:
  • contratação ou cancelamento de outro seguro do mesmo automóvel;
  • transferência de propriedade; e
  • modificações no veículo, ou no seu uso, ou mudança de domicílio.

 

  1. Bens não compreendidos no seguro (cobertura específica)

A garantia de equipamentos de som, áudio e comunicação, originais de fábrica ou não, requer a contratação de uma cobertura específica, visando, principalmente, ao risco de furto parcial. Na hipótese de indenização integral, se o acessório for original para o modelo do veículo, o valor da tabela de referência (Fipe) já inclui o valor do acessório.

  1. Inadimplência

No caso de você não pagar uma parcela do prêmio até o vencimento, o fim da vigência da sua apólice poderá ser antecipado. A seguradora deverá comunicar a inadimplência e emitir um endosso de redução do prazo de validade da apólice (vigência). Proporcionalmente às parcelas do prêmio já pagas será calculado um novo prazo de vigência, com base na Tabela de Prazo Curto.

continue lendo

O Sentido da Vida

Em uma sensacional campanha uma seguradora Tailandesa mostra que devemos valorizar as coisas simples da vida. É com isso que nós da Roberto Seguros nos preocupamos, assegurar que você possa curtir o melhor de sua vida sem se importar com nenhum imprevisto. Vale a pena ver.

continue lendo

Susep garante ao segurado a livre escolha de oficinas

A possibilidade de o segurado escolher uma oficina de sua confiança no caso de acidente com danos ao veículo é assunto que ainda gera alguma polêmica no mercado. Em razão disso, a Susep inseriu no seu site (www.susep.gov.br) alguns esclarecimentos sobre como o consumidor deve proceder nesses casos.

Segundo a autarquia, no caso de sinistro, levar o veículo a uma oficina de sua livre escolha e aguardar autorização prévia da companhia para serem efetuados os consertos.

A Susep alerta que a legislação permite que a seguradora ofereça algumas vantagens para utilização de rede credenciada. Contudo, jamais poderá impedir o segurado de escolher determinada oficina de sua preferência.

A autarquia esclarece ainda que na indenização integral somente será caracterizada quando os prejuízos resultantes de um mesmo sinistro atingirem ou ultrapassarem 75% do valor contratado pelo segurado. “Em caso de roubo ou furto do veículo sem que o mesmo seja recuperado, há também a indenização integral”, explica o órgão regulador.

Essas são algumas informações que você encontra no site da SUSEP (SUPERINTENDENCIA DE SEGUROS PRIVADOS). Caso queira alguma orientação entre em contato também com nossa equipe especializada da ROBERTO SEGUROS, estaremos sempre dispostos a te ajudar.

continue lendo

Conexão Empresarial – Daniel Neves

Esta semana esta em exibição na DOCTUM TV (A Doctum TV é transmitida em Caratinga para assinantes da Super Cabo TV) uma entrevista para o programa Conexão Empresarial com um de nossos corretores seguros e sócio proprietário, Daniel Neves. Na entrevista Daniel conta um pouco da história e diferencial da ROBERTO SEGUROS e os planos para o futuro. Na semana que Fique ligado!
Segue os links dos 3 blocos para você que quer ver por aqui:
PRIMEIRO BLOCO: http://migre.me/gSq9M
SEGUNDO BLOCO: http://migre.me/gSqaZ
TERCEIRO BLOCO: http://migre.me/gSqbx

Vale a pena conferir!

continue lendo

EscolherSeguro realiza pesquisa de satisfação com seus clientes

Dando continuidade ao trabalho de monitorar a eficácia das seguradoras com presença no mercado nacional, a corretora online EscolherSeguro elaborou a 2ª pesquisa de avaliação do seguro automotivo. Realizado ao longo do ano passado, o estudo obteve a opinião de 14 mil clientes em uma escala de um a dez para itens como atendimento em geral, assistência 24 horas e prestação de serviços após sinistro.
Novamente, a Porto Seguro conquistou a primeira posição no acumulado de todas as avaliações, com média de 8,4, crescimento de 0,4 em relação ao mapeamento de 2012. A vice-liderança foi mantida pela alemã Allianz, com 8,2, que registrou aumento de 0,3 no índice. A Liberty, que não figurava entre as cinco melhores no ano passado, atingiu a terceira colocação ao obter média de 8,1. Já a Itaú Seguros, que obteve 8,0, caiu uma posição no ranking, mesmo com a subida de sua média em 0,5. A SulAmérica, que também não estava entre as cinco melhores no levantamento anterior, completa o ranking com nota final de 7,9.
Apesar das modificações no ‘top five’, os índices gerais das seguradoras aumentaram em relação ao estudo anterior, informa Pieter Lekkerkerk, sócio diretor da corretora. “O crescimento dos indicadores se deve ao fato das empresas estarem investindo cada vez mais no aperfeiçoamento de suas operações. Sem dúvida, essa movimentação do mercado como um todo refletiu na pesquisa”, complementa.
Ainda de acordo com o executivo, o nível competitivo das seguradoras pode ser medido pela análise dos clientes que recorrem ao pedido de sinistro. “A diferença de 0,4 no atual ranking mostra que as empresas de fato estão intensificando esforços para garantir a máxima tranquilidade aos consumidores. Isso é muito importante, pois aquele é o momento em que o segurado mais precisa do suporte da seguradora”, argumenta.
Outro item importante observado no mapeamento foi o desempenho das seguradoras em serviço de assistência 24 horas. Com índice médio de 8,9, a Porto Seguro ampliou sua avaliação média em 0,7 pontos em comparação ao estudo anterior. A Allianz, segue na vice-liderança, com 8,4, média 0,7 superior ao ano passado. Completam as cinco melhores, a Liberty (8,1), Azul (8,1) e SulAmérica (8,1) – que não figuravam no ranking em 2012. “Esse item foi o único em que as cinco seguradoras receberam pontuação média acima de oito, o que mostra o excelente trabalho do setor como um todo”, explica Lekkerkerk.
Por último, a pesquisa analisou a opinião dos entrevistados em relação aos serviços de atendimento geral. O item inclui, por exemplo, a facilidade em entrar em contato com a central de atendimento, estrutura disponibilizada pela empresa e locais para vistoria dos veículos. Nele, a Porto Seguro também manteve a liderança do ranking, com índice de 8,5, registrando crescimento médio de 0,5 em comparação ao levantamento anterior. Na segunda posição, segue a Allianz, com 8,3, que aumentou sua média em 0,4. Liberty e HDI subiram uma colocação e ficaram, neste ano, respectivamente, com 8,0 e 7,9. A lista é fechada pela SulAmérica, com 7,8. “Esse quesito foi o que menos sofreu alterações em relação a 2012”, afirma o executivo.

Metodologia de pesquisa
A 2ª pesquisa de avaliação dos consumidores foi aplicada pela EscolherSeguro de forma contínua ao longo de 2013. Os entrevistados responderam apenas questões referentes às seguradoras com as quais possuem contrato. Os dados foram recolhidos do formulário de seguro de automóveis no site da empresa. Ao realizarem cotações, os consumidores que já possuíam apólice, avaliaram de um a dez alguns dos mais importantes serviços de suas seguradoras atuais.
De acordo com Lekkerkerk, o levantamento tem como objetivo a conscientização dos consumidores sobre o melhor método para a escolha da seguradora. “Na maioria das vezes, o cliente insiste em comparar somente os preços. Esperamos que nosso estudo possa iniciar a reflexão de que, em primeiro lugar, deve ser considerada a melhor cobertura para o perfil contratante e a qualidade dos serviços prestados pela empresa que protegerá o seu veículo”, conclui.
As seguradoras mencionadas com mais frequência pelos clientes são: Allianz, Azul, Bradesco Seguros, BB Seguridades, Caixa Seguros, Generali, HDI, Indiana, Itaú Seguros, Ituran, Liberty, Mapfre, Marítima, Mitsui, Porto Seguro, SulAmérica, Tokio Marine e Zurich.

Veja o comparativo completo a seguir:

Consolidado 2013 Consolidado 2012
Porto Seguro 8,4 Porto Seguro 8,0
Allianz 8,2 Allianz 7,9
Liberty 8,1 Itaú Seguros 7,5
Itaú Seguros 8,0 Marítima 7,5
SulAmérica 7,9 HDI 7,3

 

Atendimento 2013 Atendimento 2012
Porto Seguro 8,5 Porto Seguro 8,0
Allianz 8,3 Allianz 7,9
Liberty 8,0 Itaú Seguros 7,5
HDI 7,9 Liberty 7,4
SulAmérica 7,8 HDI 7,4
Assistência 24h 2013 Assistência 24h 2012
Porto Seguro 8,9 Porto Seguro 8,2
Allianz 8,4 Allianz 7,7
Liberty 8,1 BB Seguridades 7,7
Azul 8,1 Mitsui 7,7
SulAmérica 8,1 Itaú Seguros 7,5

 

Sinistro 2013 Sinistro 2012
Itaú Seguros 8,2 Marítima 7,9
Liberty 8,1 Allianz 7,8
Allianz 7,9 Porto Seguro 7,5
Porto Seguro 7,9 Itaú Seguros 7,5
Mitsui 7,8 HDI 7,4
continue lendo
× Converse no WhatsApp